quarta-feira, 22 de março de 2017

VISITE VASSOURAS - Turismo e Cultura na CIDADE de Vassouras no RIO de JANEIRO

Como chegar em VASSOURAS

Turismo em VASSOURAS -Portal Vassouras e site de turismo em Vassouras.

Vídeo amador encontrado no YOUTUBE.

Informações sobre Atrações culturais em VASSOURAS - Orientação sobre visitas a Fazendas Históricas, café em VASSOURAS, agricultura, pecuária, cachoeiras
---
O domínio / site - Visite Vassouras, apesar de ser um nome bom e com potencial de auxiliar bastante o município de VASSOURAS, no que diz respeito ao TURISMO, estava abandonado. Encontramos o domínio a disposição no REGISTRO.BR e resolvemos registrá-lo. Aos poucos pretendemos reativar o portal incluindo textos e imagens que no nosso ponto de vista poderão contribuir com o antigo objetivo desse espaço. 

Cidade ainda pouco aproveitada no que diz respeito a TURISMO ligado a NATUREZA e atrações culturais, Vassouras tem ainda muito que crescer no turismo regional do interior do estado do Rio de Janeiro.

O município de VASSOURAS tem atrativos inimagináveis que passam completamente despercebidos para aqueles que visitam o local sem a assistência de um guia especializado.

PRÁTICAS EXTENSIONISTAS, PATRIMONIO E TURISMO NO VALE DO PARAIBA: UMA ANÁLISE DOS RITUAIS FESTIVOS E ARQUITETURA HISTORICA DE VASSOURAS (RJ)
Helenise Monteiro Guimarães

O município de Vassouras inicia-se como Vila em 1833 e devido a sua localização geográfica demonstrou grande impulso em seu desenvolvimento urbano. Porém o que a torna mais atrativa no inicio do século XIX se deve ao grande desenvolvimento econômico da região do Vale do Paraíba do Sul, em contraste com o esgotamento do ciclo do ouro e o incremento do ciclo do café nesta região. 
Decorrentes destes fatos e da exportação do café pelo Rio de Janeiro, a pequena vila se eleva a categoria de cidade em 29 de setembro de 1857. Na década de 1850 já se proclama a “maior produtora de café do mundo”, reconhecida também como a “Princesinha do Café” e posteriormente “Cidade dos Barões” pela grande quantidade de fazendeiros nobres ali residentes. Com o declino da agricultura cafeeira a pecuária se impõe economicamente na região. 

Entretanto permanece um legado cultural que segundo Martins (2005, p. 2) os aspectos arquitetônicos da cidade, ressaltam a importância visual do casario pertencente aos barões, erguidos no núcleo central urbano, hoje tombado pelo IPHAN. Dois outros fatores contribuem para o enriquecimento cultural de Vassouras: a herança deixada por Eufrásia Teixeira Leite, em 1930, que doou a cidade o Hospital que leva seu nome, o Asilo Barão do Amparo, o Museu Casa da Hera e o Instituto Dr. Joaquim Teixeira Leite. 

Outro evento foi a implantação da Universidade Severino Sombra, instituição de ensino superior que ao atrair grande contingente de estudantes, transformou substancialmente o perfil da cidade, tornando-a o que denominam uma verdadeira “cidade universitária” com uma cultura peculiar que estabeleceu memórias afetivas que permutam vivencias acadêmicas e vivencias urbanas.

É inegável que a preservação e conservação deste patrimônio sejam desejáveis e importantes, contudo nem sempre se constituirão na mola propulsora para o investimento no potencial turístico da cidade. Conforme afirma Maria da Gloria L. da Silva, no que se refere a tais iniciativas “a preservação continua a ser um desafio principalmente quando envolve bens arquitetônicos e a cidade” (SILVA, 2007, p.47). 

Tais ações podem constituir em alguns lugares, por conta de questões de economia local e de infraestrutura, “um ônus indesejado” e para outros ate mesmo um impedimento de expansão urbana e desenvolvimento econômico (SILVA, 2007, p.47). Justifica-se a qualificação de Vassouras como “estância” pelo seu passado de cidade que abrigou a elite do século XIX, onde podemos constatar que “a paisagem urbana é marcada, sobretudo pelas construções suntuosas e pelos parques e jardins remanescentes do período imperial brasileiro”(SILVA, 2007, p.65). Em 2009, o Ministério da Cultura patrocinou o Programa Monumenta/IPHAN, em conjunto com o Instituto IDEAS, do SRBRAE/UJ e da Secretaria de Cultura e Turismo de Vassouras com o apoio da TurisRio, realizando na cidade um extenso inventário turístico e mapeamento cultural completo para elaboração de dez roteiros que abarcariam as mais diversas áreas de interesse. 

O trabalho proposto foi realizado com evidente detalhamento de suas propostas através da elaboração de folhetos e disponibilidade no site, http://ideias.org.br/projeto/inventario-turistico-devassouras. Em 26 de janeiro de 2013 retoma-se o projeto com a nova gestão municipal, em que a Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico anunciava a busca de parcerias para obtenção de recursos financeiros e técnicos para que seja possível construir um Plano Municipal de Turismo e revitalizar o portal de internet que foi criado a partir do Projeto Visite Vassouras (GIOLITO, 2013). A matéria em sua descrição aponta que as ações do projeto Visite Vassouras visavam estruturar a promoção do turismo cultural, provocando o desenvolvimento de novas atividades econômicas, que fossem capazes de valorizar e intensificar o uso do patrimônio histórico e arquitetônico do município

Nenhum comentário:

Postar um comentário